fbpx

Por Luiz Felipe Grossi

Apostar em Infraestrutura é o primeiro passo para garantir melhores cidades no futuro.

Dando continuidade aos nossos artigos sobre os ODS – Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, trataremos nesse artigo o ODS 9, que fala sobre a Indústria, Inovação e Infraestrutura.

Indústria, Inovação e Infraestrutura tem como foco “construir infraestruturas resilientes, promover a industrialização inclusiva e sustentável e fomentar a inovação”

E esse talvez seja um dos ODS mais importantes, já que a sua missão é justamente a de criar oportunidades para uma boa qualidade de vida e garantir direitos básicos para toda a população.

A infraestrutura é base para geração de oportunidades e empregos. 

Ao investir em infraestrutura, indústria e inovação fomentamos empregos e renda à população, meta mencionada pelo ODS 8 – Trabalho decente e crescimento econômico. 

Criando uma indústria inclusiva e sustentável, nos alinhamos ao objetivo do ODS 1 – Erradicação da Pobreza e ao ODS 5 – Igualdade de Gênero.

Investir na indústria significa também investir em tecnologia e inovação, e assim pode-se desenvolver uma empresa mais eficiente e sustentável que se adeque ao ODS 7 – Energia Acessível e Limpa, que propõe desenvolver fontes energéticas mais limpas, modernas e baratas para todos. 

O item 9.2 da ODS informa o seguinte propósito: 

“promover a industrialização inclusiva e sustentável e, até 2030, aumentar significativamente a participação da indústria no emprego e no produto interno bruto, de acordo com as circunstâncias nacionais, e dobrar sua participação nos países de menor desenvolvimento relativo“

Isso não vai acontecer se as indústrias não aprenderem a vender mais e melhor e aí que o IBPD entra.

O Instituto Brasileiro de Presença Digital, o IBPD impacta diretamente no desenvolvimento das Indústrias, ao fazer com que cheguem ao próximo nível de vendas a partir dos canais digitais.

Segundo pesquisa divulgada pelo Grupo Banco Mundial, a indústria representava 27% do PIB mundial em 2010, caindo para 25% em 2018. Desde 2014, o emprego mundial no setor industrial também sofreu uma queda, de 23,22% para 22,95% quatro anos mais tarde.

Não é falta de demanda, sequer é a tecnologia na vida das pessoas que automatiza processos e reduz empregos, a verdade é que a cada nova mudança, diversas oportunidades surgem e uma Presença Digital, pode ser o primeiro passo de uma transformação que vai dar mais agilidade para essas indústrias. 

Ressaltamos ainda, que segundo a ONU, o efeito da multiplicação de trabalhos industrializados impactou a sociedade positivamente. Cada trabalho na indústria gera 2,2 empregos em outros setores.

É um processo simples:

Mais Vendas = Crescimento = Mais Empregos = Mais Renda = Avanço Social – Pessoas com poder para investir na sua saúde, educação, lazer, moradia e claro consumir mais. 

Quer ver o empreendedorismo fortalecer e fomentar um amanhã melhor? Entre em contato comigo, o IBPD pode te ajudar. 

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *