fbpx
Marketing Digital

Anúncios para mulheres: 5 dicas de abordagem

Se você tem as mulheres como público alvo de seu negócio – salão de beleza, centro de estética, marca de roupas, produtos cosméticos e muitos outros – nesse mês de Março você tem uma oportunidade e tanto nas mãos. 

Pesquisas mostram que mulheres fazem ou influenciam 85% das decisões de compras. Porém, 91% das mulheres afirmam que as anunciantes não as compreendem.

A grande justificativa de diversas mulheres não se sentirem representadas nas propagandas é devido aos  padrões impostos a elas e como os anúncios as retratam. 

Campanhas enaltecendo padrões de beleza intangíveis, muito diferentes do retrato da vida real; objetificação e sexualização da imagem feminina; e a ideia de que mulheres precisam ser perfeitas o tempo todo são os principais, são grandes exemplos do que não fazer.

A boa notícia é que, onde há problema, há também a oportunidade de fazer diferente. A chegada do mês de março, tão celebrado devido as comemorações do Dia Internacional da Mulher, celebrado no ultimo dia 8, traz uma série de oportunidades para aqueles que trabalham com o público feminino.

Confira as dicas de abordagem em anúncios para mulheres que separamos para você neste post.

Por uma representação diversa

Ainda é comum elogiar o público feminino nesta data e retratá-las como super-heroínas, multi-tarefas, que servem a todos que estão ao seu redor. Essa abordagem além de ser uma prática desatualizada, reforça um estereótipo que não corresponde à realidade. Esse não é um cenário que deve ser visto como uma grande conquista, mas sim como uma sobrecarga. 

A dica é, deixe para trás esse retrato e fale sobre a luta e inclusão –  mesmo que ainda em andamento

Entenda o seu público feminino

Não o veja como um nicho de mercado específico. O público feminino é amplo e são diferentes umas das outras, nem sempre gostam das mesmas coisas ou têm o mesmo discurso. Atente-se às suas personas!

Mude a forma como se posiciona

Você deve ver a data como mais que uma oportunidade de promover seu produto ou serviço, e sim como a oportunidade de mudar a forma como se comunica e posiciona nas suas redes sociais, promovendo uma representação mais inclusiva e diversa – que também pode fazer bem para os negócios.

Seja empático (a)

Use a empatia e traga conteúdos relevantes e que promovam reflexão não são para o Dia da Mulher como para todos os outros dias.

Por fim, diga ADEUS aos clichês!

Pense em campanhas que atendam a diversas preferências, fuja da desnecessária classificação que coloca todas as mulheres em apenas um perfil: femininas, delicadas e frágeis.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *